Setembro amarelo: como cuidar da saúde mental no home office

0
87
setembro amarelo

Você já ouviu falar sobre o Setembro Amarelo, certo? Essa é uma campanha dedicada à valorização da vida e de prevenção ao suicídio — assuntos ainda mais urgentes diante da pandemia que estamos enfrentando.

Falar sobre saúde mental é extremamente necessário, afinal o Brasil é o país que lidera os casos de depressão e ansiedade durante a pandemia em um total de 11 países, segundo pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP).

Sabemos também que, em muitos casos, o ambiente de trabalho influencia diretamente na qualidade de vida e bem estar mental das pessoas. E é por isso que é importante aprender a cuidar bem de si mesmo, inclusive no home office.

A importância de uma cultura corporativa humanizada

As empresas que ainda não se preocupavam com a saúde mental de seus funcionários precisaram rapidamente se ajustar à rotina do home office, que comprometeu o dia a dia, a produtividade e até o bom estar de muitos colaboradores.

A verdade é que é responsabilidade das corporações criar um espaço mais humanizado, com metas possíveis de serem alcançadas e com atenção às demandas individuais.

Na Afilio, por exemplo, além do cuidado e preocupação no dia a dia com os times, são oferecidas atividades coletivas para manter o ambiente de integração e diversão, que são tão importantes — como aulas de culinária, francês e yoga.

Setembro Amarelo: ter um local de trabalho adequado para o trabalho o home office ajuda no equilíbrio emocional.

Setembro amarelo: 4 dicas para se cuidar 

1. Faça atividades prazerosas

Não deixe que seus momentos em casa sejam dedicados exclusivamente ao trabalho ou a cuidar da limpeza, por exemplo. É importante separar momentos de descanso e lazer. Ler um livro, assistir sua série preferida, cozinhar ou aprender um artesanato são algumas ideias de atividades que podem ser prazerosas.

2. Faça exercícios físicos

Não só no Setembro Amarelo, mas em todo o ano: mexa esse corpo! É cientificamente comprovado que atividades físicas ajudam a combater doenças como depressão e ansiedade. 

A boa notícia é que é possível se exercitar em casa mesmo, através de aulas online, yoga e dança, por exemplo. Se preferir, também pode caminhar em lugares abertos ou até mesmo frequentar academias, desde que respeite todos os protocolos de prevenção.

3. Mantenha contato com amigos e família

Não se isole! É natural que ao trabalhar de casa, acabemos passando menos tempo interagindo com outras pessoas. Acontece que uma rotina solitária pode causar tristeza. Por isso, mesmo que de longe, mantenha contato com amigos, familiares e busque grupos com interesses em comum, como clubes do livro ou de jogos online.

4. Defina uma rotina e siga-a 

Trabalhar de home office tem muitas vantagens, como a flexibilidade de horários e possibilidade de trabalhar em muitos lugares. No entanto, a falta de uma rotina também pode atrapalhar. Procure respeitar um horário de trabalho, assim como encontrar um ambiente propício para a produtividade.

Também siga uma rotina saudável de alimentação. Ela contribui para o equilíbrio emocional e para o controle da ansiedade, por exemplo. Uma boa dica é montar um cardápio semanal. Assim, você já compra tudo o que vai precisar no mercado e consegue se organizar com antecedência, sem precisar depender sempre de delivery de comida.

5. Busque um trabalho que te faça feliz

Sabemos que nem sempre conseguimos vagas no emprego dos sonhos, mas trabalhar com algo que faça sentido para você, em um ambiente amigável e acolhedor, faz toda a diferença para a saúde mental, seja no Setembro Amarelo ou em outros meses.

Caso esteja buscando uma oportunidade de fazer renda, você pode se tornar um afiliado. O marketing de afiliação envolve três pilares-base: a empresa que tem um produto ou serviço que deseja vender, o potencial cliente interessado na compra e o afiliado, que fará a mediação da operação e ganhará comissão por isso. Veja como começar a lucrar com a Afilio.

Como você pôde notar, o Setembro Amarelo é uma campanha importantíssima para colocar em foco a necessidade de cuidar da saúde mental. Infelizmente, esse é um assunto ainda negligenciado por muitas pessoas, mas que deve ser encarado com seriedade.

Manter contato com pessoas que nos fazem bem, procurar atividades prazerosas e cumprir uma rotina são algumas atitudes que nos auxiliam nessa missão.

Gostou das dicas? Então compartilhe este post nas suas redes sociais para ajudar mais pessoas!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here