Saiba como fazer uma boa oferta para Black Friday

0
92
Peças de madeira formam a expressão 'Black Fiday'

Ter uma boa oferta para Black Friday é decisivo para conseguir bons resultados com a data. Diante de uma ampla oferta, é importante ter um diferencial para sair na frente da concorrência.  

A Black Friday 2021 acontece no dia 26 de novembro. Faltando menos de um mês, já está na hora de se preparar e montar ofertas atrativas para manter o fluxo de vendas elevado.

Não sabe por onde começar? A seguir, separamos sete dicas de como fazer uma boa oferta para Black Friday. Confira!

Identifique os produtos mais vendidos

O primeiro passo é identificar quais são os produtos mais vendidos da sua marca, loja ou e-commerce. Saiba quais são os itens mais procurados e que podem representar uma maior demanda com a Black Friday.

Uma dica é analisar os dados dos anos anteriores e trabalhar em cima deles. Detectar o produto mais vendido para dar descontos é uma maneira de se mostrar relevante para o consumidor e se destacar da concorrência.

Outro truque é procurar por pesquisas que apontem quais serão os produtos mais vendidos na Black Friday 2021. A startup Eu Amo Cupons, que oferece cupons de descontos em lojas virtuais, realizou um levantamento dos itens mais desejados pelos brasileiros para data.

Em primeiro lugar ficou os eletrodomésticos, seguido pelos produtos de tecnologia e eletrônicos. Essa pesquisa foi feita com consumidores jovens, com idade entre 25 e 34 anos.

1.       Eletrodomésticos (30%);

2.       Tecnologia e Eletrônicos (23%);

3.       Moda (15%);

4.       Beleza e Cosméticos (10%);

5.       Outros (12%).

Faça uma análise de preços dos concorrentes

Para desenvolver uma boa oferta para Black Friday é recomendado fazer uma pesquisa dos preços dos concorrentes. Veja o valor aplicado pelo mercado e quanto o consumidor está disposto a pagar.

A primeira associação que público faz à Black Friday é quanto aos preços baixos. Por isso, caso você ofereça um produto com valor desproporcional ao mercado, suas oportunidades de venda serão pequenas.

Dê descontos verdadeiros

A Black Friday, por diversas vezes, é alvo de piadas por empresas que se aproveitaram da data para campanhas de má fé, aumentando o valor dos produtos previamente para que os descontos sejam maiores depois. Não faça isso!

Para definir os valores e as promoções, considere o orçamento, seus custos de produção, armazenagem e logística. Não adianta ofertar um preço muito inferior e sair no prejuízo. Calcule o desconto máximo que é possível dar para cada item.

Após essa análise, promova descontos verdadeiros, mas mantenha sua margem de lucro, ainda que pequena (caso sua estratégia seja lucrar com a quantidade de vendas, por exemplo).

Leia também: Black Friday 2021: o que esperar da nova edição?

Seja transparente sobre as condições promocionais

É comum que o volume de reclamações sobre marcas e lojas suba em época de Black Friday. Seja pelos preços e descontos infundados ou pela falta de estoque de mercadorias.

Você não quer que sua empresa fique com a imagem manchada. Certo? Ainda mais com a ascensão das redes sociais, em que a informação chega a milhares de pessoas em segundos.

Por esse motivo, seja claro e transparente com suas ofertas. Caso o preço com desconto só se aplique a compras não parceladas, por exemplo, isso deve ficar claro para o consumidor já na página do produto. 

mulher usando o notebook e cartão de crédito
E-commerce segue como forte tendência para a Black Friday 2021

A transparência é primordial ao montar uma oferta para Black Friday. Portanto, mesmo que você não coloque descontos em todos os itens, faça promoções reais.

Dê vantagens ou descontos para o frete

Outro fator que pode ser crucial para a venda é o valor do frete, no caso dos e-commerces. Uma pessoa pode simplesmente desistir da compra porque o frete é menor no concorrente.

Para evitar essa situação, veja a possibilidade de reduzir ou zerar o frete. Esse será mais um atrativo para turbinar as vendas na Black Friday.

Também converse, com antecedência, com fornecedores e parceiros de logística para que seus produtos sejam entregues no menor prazo possível. Ao receber os itens em um tempo mais curto, o cliente será fidelizado e passará a fechar outras compras.  

Diversifique os meios de pagamento

Não dá para ter poucas opções de pagamento. Amplie seu leque para aumentar suas chances de vendas. Para isso, disponibilize o pagamento em dinheiro, cartão de crédito, boleto e PIX, por exemplo.

Um truque é oferecer desconto em pagamentos à vista ou por meio de PIX.

Invista na divulgação das promoções

Não adianta montar toda essa estratégia se a oferta da Black Friday não chegar até o consumidor. Por isso, invista na divulgação de suas promoções.

Pense em campanhas criativas e que aguce a curiosidade dos clientes. Use as redes sociais, e-mail marketing, SMS, cupons de descontos.

Crie uma jornada completa de venda, pensando no pré e no pós-venda. Mantenha um bom relacionamento com os clientes por meio das redes sociais, faça transmissões ao vivo, tenha um bom Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC).

Todos esses fatores contribuem para a fidelização dos clientes no pós-Black Friday.

Você sabia que ter afiliados pode turbinar seus resultados na Black Friday? A Afilio tem campanhas e estratégias exclusivas para conectar anunciantes e afiliados. Saiba mais aqui!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here