Estratégias de marketing para aprender com Stranger Things

0
344
Jovens da série Stranger Things

A série que trouxe de volta a nostalgia dos anos 80 com muito mistério, monstros e jovens exploradores lança sua 4ª temporada no dia 27 de maio de 2022. Desde o seu início em 2016, é possível coletar diversos insights sobre Stranger Things e sua relação com o marketing digital.

Continue a leitura e confira alguns pontos importantes que Stranger Things pode te ensinar para montar uma estratégia de marketing!

Conhecimento de público alvo

As 4 temporadas de Stranger Things, até o momento, se estendem entre 1983 e 1986. Os realizadores evocam os conhecimentos pessoais para embasar uma experiência na década de 80 muito comum e acessível para todos que cresceram durante esse período. Ter um domínio de diferentes relacionamentos, esferas sociais e tramas requer um enorme estudo para entender o cenário retratado.

Conhecer sua persona e público-alvo é indispensável para quem precisa montar uma estratégia de marketing que faça sentido. Conhecer as dores, desejos, dificuldades e, até mesmo, saudades da sua persona, de acordo com o seu negócio, orienta a sua estratégia de maneira a solucioná-las ou respondê-las.

Campanhas com datas temáticas

Os lançamentos das temporadas são pensados para coincidir com datas ou feriados temáticos. Datas como o Halloween e o feriado do dia 4 de Julho, foram datas usadas para lançamentos de temporadas e são de grande importância na América do Norte, país de origem da produção.

Aqui no Brasil, a divulgação foi extremamente personalizada para elementos consagrados na cultura pop brasileira, com direito a referências e parcerias com a Xuxa, Marília Gabriela, Chiquinha do Chaves e até da empresa Bombril.

Gatilhos mentais

A série, ambientada nos anos 80, usa e abusa dos gatilhos de saudade, familiaridade e nostalgia. Seja com músicas, roupas, ambientações, brinquedos e relacionamentos, uma importante lição consagra o conhecimento que os realizadores têm do seu público.

Para divulgar a 3º temporada, os realizadores da série fizeram uma parceria com a Coca-Cola para produzir uma edição limitada da New Coke, produto que foi um fracasso durante seu lançamento, em 1985 — mesmo ano que a temporada se passaria.

New Coke usada para divulgar Stranger Things

Além de ambientar os fãs, é uma parceria com uma marca gigantesca da indústria.

Qualquer pessoa que viveu e lembra do período, especialmente estadunidenses, podem se afeiçoar de alguma maneira com o que é apresentado.

Saber o ponto certo de usar um gatilho mental é muito importante para construir um relacionamento, seja com um potencial cliente ou um espectador.

Networking

Ao longo das temporadas, situações e provas de amizade para resolver problemas costuram a trama e fazem a gente se apaixonar pelos personagens. No marketing, podemos ver um padrão parecido!

Podemos entender “fazer amizades” como criar conexões no meio de trabalho, ou seja, networking. Trabalhar sua rede de contatos, trocando informações relevantes com base na colaboração e ajuda mútua pode ser uma chave importante para conhecer novos profissionais, outros pontos de vista, fazer parcerias de negócio, solicitar propostas e solucionar problemas.

Diferentes canais de divulgação

Para promover a estreia da 2ª temporada de Stranger Things, a Netflix realizou duas ações com o Spotify. Uma delas mostra como é viver no “mundo invertido” e na outra você acessa um link especial que, ao fazer seu login da conta do Spotify, você consegue descobrir com qual personagem da série você combina.

Álbum musical Stranger Things dentro do aplicativo da Spotify

Mesmo sendo uma produção audiovisual, a campanha para divulgar a série se ramifica em diversas plataformas. Burger King, Spotify, Domino’s e outras empresas parceiras lançaram diferentes ideias interativas.

Uma estratégia de marketing precisa analisar e buscar os melhores canais de acordo com seu público e objetivo. Existem diferentes formas de abordagens que devem ser usadas e produzidas de acordo com a persona que quer atingir. 

Experiência do consumidor

Nos últimos anos, a experiência do consumidor tem se tornado cada vez mais importante. Os consumidores são parte essencial de qualquer negócio e demandam não só um atendimento, mas toda uma experiência de consumo mais qualificada e humanizada.

Seja nos filmes, séries, redes sociais, compras online e demais negócios, quando essa experiência é positiva, cria um vínculo com esse cliente.

Para os fãs da série, diferentes experiências foram proporcionadas enquanto permaneciam na expectativa dos episódios ao longo de quatro temporadas. É uma ótima estratégia de branding, que permite explorar a sua marca de uma maneira interativa com o usuário.

Agora, queremos saber, você já usou algumas dessas estratégias com o seu público? Conta pra gente nos comentários!

Se você chegou até aqui e quer continuar acompanhando mais artigos relacionados ao mundo do marketing digital, negócios e muito mais, não deixe de conferir o nosso blog!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here