Líder no Carrefour BR, Daiane Moura explica estratégias do Grupo para se tornar referência na transição alimentar

Inteligência artificial, afiliados, omnichannel... Entenda como o Carrefour usa tecnologia para ser líder no e-commerce de alimentos

26/11/2019

Líder no Carrefour BR, Daiane Moura explica estratégias do Grupo para se tornar referência na transição alimentar

Em entrevista à Afilio, a coordenadora de marketing digital do Carrefour BR, Daiane Moura, falou sobre as inovações adotadas pelo Grupo e importância do marketing de afiliados no processo.

Líder no varejo de alimentos no Brasil, o Carrefour BR está implantando mudanças significativas para acompanhar a revolução 4.0 e atender os clientes de forma cada vez mais personalizada. O objetivo é inovar também no ambiente digital, com a proposta de desenvolver no seu público o hábito de comprar produtos alimentares fresquinhos e saudáveis através da loja online, pagando um preço justo pelo serviço.

Essas transformações fazem parte do plano estratégico Carrefour 2022, que pretende tornar o Grupo referência mundial na venda e transição alimentar, enquanto apresenta opções complementares para os clientes no mercado virtual. Em bate-papo realizado na Afilio, a coordenadora de marketing digital do Carrefour no Brasil, Daiane Moura, falou sobre as inovações adotadas pelo Grupo, expectativa para Black Friday e importância do marketing de afiliados para o sucesso das vendas no e-commerce.

– A intenção é transformar a venda de supermercado alimentar online do Carrefour uma referência para que o não alimentar seja o complemento. A ideia é que o usuário que já está fazendo compra no supermercado online saiba que se ele precisar de algum produto para casa, seja TV ou sofá, por exemplo, ele vai encontrar no mesmo site. Por isso, temos o desafio de desenvolver nos consumidores o hábito de fazer compra de forma digital – disse Daiane Moura em referência aos objetivos do plano estratégico 2020.

O digital é o futuro do marketing e das vendas no varejo

Como já explicava o guru do Marketing, Philip Kotler, vender mercadorias em massa já não basta. Hoje, a concorrência é maior e os consumidores estão mais informados e exigentes. Por isso, é preciso que o produto atenda às necessidades do cliente e que ele se identifique com a peça ou marca. Para criar essa identificação, a indústria está apostando no marketing digital.

De acordo com a IAB Brasil, R$ 16 bilhões foram investidos em mídias digitais no país em 2018, valor que deve subir 30% neste ano. A alta é um dos reflexos da expansão do uso de dados fornecidos por inteligência artificial, mecanismo fundamental para empresas entenderem o perfil do cliente, e com isso, alcançar maior assertividade e proporcionar boas experiências aos consumidores.

– Quanto mais informação, mais desafiador se torna o trabalho. Antes se colocava banner em sites, mas não sabíamos o perfil desse cliente que clicava e o que mais poderia interessá-lo. Hoje, o desafio é saber como vou impactar, como e com quem vou falar. Contamos com inteligência artificial para ajudar na segmentação, e com isso, podemos divulgar por localização ou preferência dos usuários. Também tem ROI e margem para rentabilizar, que são importantes para definir qual produto deve ter mais divulgação, porque vai gerar mais retorno, e os que não valem tanto a pena. Essas ferramentas melhoram resultados e investimento, porque ajudam a fazer um marketing clínico – explicou a coordenadora de marketing digital do Carrefour.

Afiliados são os grandes parceiros de vendas do Carrefour

Durante o bate-papo, Daiane Moura ressaltou que a participação dos afiliados ajuda efetivamente no aumento das vendas do e-commerce do Carrefour. Por meio dos afiliados da Afilio, o Grupo pode divulgar suas campanhas em diversas frentes, através de formatos como links de texto, e-mail marketing, cupons, comparador, retargeting, cashback, plugins, influencers, native, display dinâmico, entre outros.

– Utilizando os afiliados, conseguimos ter mais visibilidade, rentabilidade e ser até mais clínicos, já que eles têm uma proximidade maior com o público para o qual estão anunciando. Eu sei que o dinheiro está com a Afilio e que essa rede de afiliados vai me entregar diversos formatos para eu conseguir divulgar meu produto e marca. Conseguimos atingir muito mais pessoas usando o marketing de afiliados – explicou Daiane.

Preparativos para a Black Friday

A Black Friday é uma das datas mais importantes para o mercado brasileiro. Em 2018, o Carrefour bateu recorde ao vender a média de 24 dias em apenas um, ou seja, um dia por hora. Para alcançar o resultado, a preparação da equipe começa cedo. Coordenadora de marketing digital, Daiane contou que durante o ano, todas as áreas do Carrefour se reúnem para discutir ideias e formar um ecossistema voltado para atrair bons resultados no dia de promoções.

– A cada Black Friday que passa, a gente já começa a pensar na próxima. É como carnaval. O primeiro ponto é entender o que deu certo, os canais que surtiram efeito e as falhas. No ano passado, tivemos problemas técnicos no site. Por isso, o TI focou esse ano todo em otimizá-lo para a data. É preciso pensar se o site aguenta todo o público que está sendo levado para o e-commerce em um determinado horário. Estamos tentando linkar esse ecossistema de uma forma que a Black Friday saia como estamos planejando não só no e-commerce, mas no físico também – disse Daiane Moura.

Com apenas três anos no e-commerce, o Carrefour já apresenta evolução na questão da unicanalidade. Hoje, o físico e o online se conectam em diversas ações. Além de o cliente poder verificar o preço dos produtos no mercado através do celular, pelo app Meu Carrefour, ele também tem a opção de fazer a compra no online e retirar na loja física, por exemplo.

– Teremos ofertas casadas na Black Friday tanto no físico quanto no online. Então o cliente vai poder comprar o mesmo produto no físico e no online, pagando o mesmo preço. O que mais mudou nos últimos dois anos é que estamos focados em fazer o omnichannel, fazer as coisas se conectarem, porque elas foram criadas de forma separada – completou Daine Moura.

O otimismo do Carrefour quanto às vendas no e-commerce pode ser explicado em dados. De acordo com a Ebit|Nielsen, o comércio eletrônico brasileiro registrou faturamento de R$53,2 bilhões em 2018. A previsão é de que haja crescimento de 15% nas vendas em 2019, chegando ao montante de R$61,2 bilhões.

Supermercado online do Carrefour e novas tecnologias

Com a forte inserção da internet, as pessoas passaram a utilizá-la para realizar afazeres do dia a dia com mais conforto, e a indústria precisou se adaptar à nova realidade. Empresas como Rappi e o próprio Carrefour estão se consolidando neste meio ao adentrar no cotidiano de um público que prefere comprar quase tudo online. Para sair na frente, o Carrefour conta com centros de distribuição que abastecem exclusivamente o seu supermercado virtual – disponível para as cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Curitiba – . Esses CDs possuem funcionários especializados, que escolhem a dedo os produtos comprados pelo usuário, para que eles cheguem aos clientes fresquinhos e organizados.

O Carrefour também quer oferecer boas experiências mesmo após a compra. Para o Natal de 2019, o Grupo disponibilizou em suas lojas físicas e online produtos que possuem QR Code na embalagem. Ao escanear o código pelo celular, o usuário é direcionado para o CyberCook, onde são apresentadas opções de receita que têm entre os ingredientes o produto adquirido na loja.

Karina: A inteligência artificial do Carrefour

Karina é a atendente virtual que se comunica com os clientes através do WhatsApp. Os consumidores podem enviar uma mensagem pedindo informações sobre ofertas e ela envia as promoções das lojas físicas localizadas na mesma região em que a pessoa está. A inteligência, que possui apenas três meses, ainda está sendo inserida no e-commerce. No ambiente digital, ela realiza a função de enviar o status do pedido ao comprador.

Valores Carrefour

O Carrefour incentiva e tem a Plataforma Valorização da Diversidade, que conta com o Grupo de Afinidade LGBT, o Grupo de Afinidade Racial e o grupo de mulheres líderes chamado Carrefour Por Elas. O objetivo é que todos os colaboradores se envolvam para implementar ações que valorizem a diversidade de gênero e raça.

O Grupo também tem a missão de aumentar a presença de mulheres em cargos de liderança e conta com quem se esforça para mudar essa realidade. Daiane Moura lidera uma equipe de 12 pessoas, sendo 80% mulheres, e tem como inspiração a própria CEO de e-Business do Carrefour Brasil, Paula Cardoso.

– Não vejo uma grande participação das mulheres no e-commerce ainda. Ainda temos um número muito alto de homens em cargos de liderança. No Carrefour, 80% do meu time é formado por mulheres. A nossa CEO, a Paula, também é uma referência feminina em cargo elevado, e isso nos estimula. Mostra que podemos chegar lá. Eu sei o desafio que é, então faço tudo o que posso para trazer mais mulheres para o mercado de trabalho – concluiu a coordenadora de marketing digital.

Você tem um site, blog, grupo de Facebook ou é influenciador digital? Torne-se afiliado com a Afilio e ganhe dinheiro com seu tráfego. Basta se cadastrar aqui.

Se você tem um e-commerce e quer aumentar suas vendas e conversões com afiliados, temos diversos formatos para melhorar sua performance! Clique aqui para saber mais e se cadastrar.